PSL ainda não pensou nos rumos da campanha, diz Major Olímpio

Sonia Racy

08 Setembro 2018 | 01h00

ALIADOS SOCORREM BOLSONARO

ALIADOS SOCORREM BOLSONARO. FOTO:FABIO MOTTA/ESTADÃO

A principal preocupação de Major Olímpio e seus colegas do PSL, ontem, era o translado de Bolsonaro até São Paulo e sua estabilização na UTI. Segundo o deputado, o partido só irá pensar nos rumos da campanha a partir de hoje, diante dos boletins médicos.

“Ninguém me chamou e nem eu convoquei reunião nenhuma do partido”, disse à coluna. “Nenhum de nós está discutindo nesse momento.”

Era fake

Antonio Luiz Macedo – médico escolhido para ver Bolsonaro em Juiz de Fora, conforme antecipado pelo blog da coluna – teve que passar o dia de ontem desmentindo fake news de que ele havia criticado a atuação da equipe médica da Santa Casa da cidade.

Foi só elogios aos médicos.

Leia mais notas da coluna:
Advogado de Bolsonaro prepara pedido de prisão preventiva contra agressor
Mercado financeiro repara em crescimento de Haddad