PSDB vai anunciar prévias casadas com Doria e Garcia

Sonia Racy

12 de julho de 2021 | 17h05

RODRIGO GARCIA, VICE-GOVERNADOR DE SP – FOTO: GOVERNO DE SP/SECOM

PEDRO VENCESLAU

Em um gesto para tentar evitar a saída do ex-governador Geraldo Alckmin do PSDB, o diretório paulista do partido decidiu promover prévias para escolher o candidato da sigla ao Palácio dos Bandeirantes em 2022 em um processo casado com as prévias nacionais, marcadas para 21 de novembro. A ideia, que será anunciada no próximo dia 19,  é que o vice – governador Rodrigo Garcia, que deixou o DEM filiou-se recentemente ao PSDB, seja escolhido candidato à reeleição junto com o governador João Doria, que é apontado como favorito para ser o presidenciável tucano.

Doria, que já começou a viajar o Brasil em busca de apoios no partido, planeja deixar o cargo em abril  para disputar a Presidência da República. Se isso se confirmar, Garcia assumirá a chefia do executivo paulista. Em tese, o vice – governador teria a prerrogativa de ser candidato sem passar pelas prévias, isso daria uma narrativa a Alckmin para se colocar vítima.

” Geraldo Alckmin tem nosso respeito e buscamos sempre a valorização dele. Sem dúvidas que a executiva irá procurá-lo. “, disse o presidente do PSDB-SP, Marco Vinholi, ao blog da coluna. Isolado no partido, o ex-governador mantém conversas com vários partidos e planeja disputar o governo por outro partido, sendo o PSD o mais cotado.
Ainda segundo Vinholi, o vice-governador já manifestou seu desejo de disputar as prévias. O modelo em São Paulo será de eleição indireta, como na disputa nacional.

Pela resolução aprovada pelo partido, o colégio eleitoral será formado por quatro grupos de votantes – (1) filiados; (2) prefeitos e vice-prefeitos; (3) vereadores, deputados estaduais e distritais; (4) governadores, vice-governadores, ex-presidentes e o atual presidente da Comissão Executiva Nacional, deputados federais e senadores. Cada um desses grupos tem peso de 25% no total dos votos.

” Avalio que o sentimento da maioria da executiva estadual do partido é de realização das prévias junto com a Nacional. A executiva estadual vai se reunir e o PSDB-SP mantém a sua tradição democrática.”, concluiu Marco Vinholi.  

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.