PSDB conquista voto de 52% da população do Estado de São Paulo

Sonia Racy

17 de novembro de 2020 | 00h50

Foto: Dida Sampaio/Estadão

O PSDB fez as contas. Neste domingo, primeiro turno, conquistou o direito de liderar 52% da população do Estado por meio das prefeituras. O DEM, em segundo lugar, conseguiu 8% do total.

A população de SP soma, atualmente, cerca de 46 milhões de habitantes.

Foco 

O general Luiz Eduardo Ramos, ministro-chefe da secretaria de Bolsonaro, deixa o conselho fiscal no SESC. Ramos confidenciou aos seus auxiliares que prefere focar 24 horas na articulação política do governo.

 Raspando 

Por pouco Eduardo e Marta Suplicy não se encontraram no colégio eleitoral. Marta chegou com seu séquito ao Madre Alix, no Jardim Paulistano, cinco minutos depois da saída do ex-marido. O vereador eleito se demorou no local de votação. Parou para falar com jornalistas sobre…renda básica.

 Por una cabeza 

Foi provavelmente uma segunda-feira difícil para Gustavo Giacomelli. O funcionário público perdeu, pela estrondosa diferença de um voto, a disputa pela prefeitura do município de Piquerobi (a 605 km de São Paulo). Quem levou foi Adriana do Bó.

 Empurra o jogo

Apesar de reconhecerem que a PF recomendou, em 2018, a centralização da apuração dos votos no TSE, lideranças da polícia disseram  que a decisão final de mudar o sistema foi do… TSE.

Vem aí 

Os patronos da Pinacoteca de São Paulo se reuniram virtualmente para escolher as obras de arte contemporânea que serão compradas com os recursos do grupo em 2020. Ao final, foram selecionadas 27 obras.

Dentre elas, três trabalhos de artistas mulheres, nove de artistas contemporâneos indígenas e obras históricas da arte brasileira como uma escultura de Mestre Didi da década de 1980 e uma série de fotos de Vera Chaves Barcellos.

Livros e café 

A chef Bel Coelho terá um café dentro da livraria Megafauna, iniciativa encabeçada por Fernanda Diamant. A livraria, que será inaugurada em breve, ocupará um espaço de 216 metros quadrados no Copan.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências: