PSDB avalia guinada radical nas redes sociais do partido

PSDB avalia guinada radical nas redes sociais do partido

Sonia Racy

01 de fevereiro de 2020 | 00h40

BRUNO ARAÚJO, PRESIDENTE NACIONAL DO PSDB – DIDA SAMPAIO/ESTADãO

Bruno Araújo, que preside o PSDB, esteve ontem com Doria e com o presidente estadual do partido, Marco Vinholi. À mesa, avaliar a reviravolta nas redes sociais do PSDB – que têm adotado de novembro para cá tom mais informal e polêmico. A mudança é tida como estratégica para as eleições, cada vez mais digitais, e um teste para a presidencial de 2022. Araújo tem recebido telefonemas de filiados buscando entender a guinada – que a maioria na sigla já considera bem-sucedida.

Do alto de seus 88 anos, FHC, que foi tema de meme do próprio partido, aprovou. Até teria comentado que, diante da atual polarização, o partido precisa “aprender a gritar”… para ser ouvido.

Um jornalista e filósofo mineiro, Fabiano Lana, e um cientista político pernambucano, Vitor Diniz, que ficam em Brasília, estão por trás dessa guinada junto com Araújo – que analisa e valida a temperatura de algumas das postagens.

A provocação à cineasta Petra Costa, por sua indicação ao Oscar na categoria Documentário, se tornou campeã de audiência. No dia, o PSDB usou o Twitter para “parabenizá-la na categoria melhor ficção e fantasia”.

Bolsonaro, Regina Duarte e Lula  também se tornaram alvos. A ideia é mostrar que o PSDB é “diferente”.

‘Injúria racial’
O vereador Daniel Annenberg apresentou ao MP, semana passada, uma notitia criminis sobre o desentendimento que teve na Câmara, em dezembro, com o colega Adilson Amadeu. Na ocasião, Adilson o ofendeu com xingamentos de cunho antissemita – ato caracterizado como injúria racial.

“A imunidade parlamentar não pode servir de escudo em tais casos”, diz seu advogado Daniel Zaclis.

Procurado, Amadeu disse que não iria comentar.

Bagatela
A Boeing acaba de anunciar o custo da permanência no solo da frota do 737-Max, somado à paralisação da produção e à suspensão temporária dos contratos. Bate nos US$ 18 bilhões. Em apenas cinco meses o novo modelo sofreu dois graves acidentes.

Diante disso, a compra de 80% da Embraer pela mesma Boeing – que está pagando US$ 4,2 bilhões – está sendo considerada… uma bagatela.

Tapete vermelho

Petra Costa vai vestir Alexandre Herchcovitch na cerimônia do Oscar, dia 9, no Teatro Dolby, em Los Angeles. O estilista desenvolveu dois modelos de vestido, um vermelho e outro branco, que serão bordados pelo designer Hector Albertazzi. Não se sabe qual deles a cineasta vai usar na premiação.

Música e letra

O livro Copacabana, de Zuza Homem de Mello, foi transformado em disco. Em parceria com o Sesc, ele reuniu cantores e músicos para interpretar o repertório de samba-canção.

Trajetória

Lucília Diniz vai escrever um livro sobre a história do diet e light no Brasil. Pretende misturar aspectos de sua trajetória ao panorama da alimentação saudável. “Quando eu comecei, há 20 anos, ninguém falava disso”.

Apoio

Depois de ter destinado cerca de R$ 21 milhões a cultura e inclusão em 2019, a CBMM, do grupo Moreira Salles, já está na ativa em 2020. Na Mostra de Cinema de Tiradentes, no Instituto Inhotim e na Fliaraxá.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências: