Projeto que acelera a concessão de florestas públicas avança na Câmara dos Deputados

Projeto que acelera a concessão de florestas públicas avança na Câmara dos Deputados

Sonia Racy

09 de dezembro de 2021 | 02h00

Foto: Daniel Beltrá/Greepeace

Avançou, na Câmara, o projeto que torna mais rápida a concessão de florestas públicas. Autor do texto final – que passou anteontem na Comissão de Meio Ambiente – o deputado Coronel Chrisóstomo (PSL-RO) garante que ele “tem condições de impulsionar a exploração sustentável, via concessões”. O foco da mudança? Área que passa dos 20 milhões de hectares.

 O concessionário, diz a nova regra, pode “ter acesso ao patrimônio genético da floresta para fins de pesquisa e desenvolvimento, bioprospecção ou constituição de coleções, possibilidade hoje vedada”. Poderá também “explorar a fauna e comercializar créditos de carbono da área concedida”. 

 Autor do projeto original, o deputado Rodrigo Agostinho (PSB-SP), diz que o novo texto “foi muito negociado, foi o acordo possível” para criar regras numa imensa área que não tem proteção nem garantias “e onde tem sido maior o desmatamento”. O modelo, diz ele, “tem dado certo em países vizinhos como Peru e Colômbia”.

 Túnel à vista

Eleições à parte, 2022 não vai ser nada fácil para os Estados e municípios. Para começar, os editais de concursos públicos já publicados prenunciam a contratação de ao menos 250 mil funcionários. Segundo, vai crescer a pressão por reajustes, paralisados desde 2020. Terceiro, um eventual aumento de juros deverá acrescer em 7%, no total, a dívida dos municípios. 

 As contas são do secretário da Fazenda de Alagoas, George Santoro. “Há um risco de insustentabilidade financeira que exige medidas urgentes”, avisa

Só ela

Zezé Motta vai interpretar Deus no novo clipe de Kawe, Sempre Comigo, que sai na sexta. A participação da atriz foi um pedido especial do rapper, que chegou a alterar a data de gravação do videoclipe para tê-la na produção. 

Aqui e ali

O artista plástico Júlio Villani, que vive em Paris, inaugura nesta semana sua primeira exposição individual em Nova York. Perspectivas em Conflito tem 20 obras, produzidas especialmente para a exposição, programada para a RX & Slag Galleries.

Fecho clássico

Será do pianista André Mehmari o concerto de fim de temporada do Teatro D. No programa, dia 18, um recital de piano solo de Estrela da Manhã, álbum com 20 canções de Noel Rosa. É a primeira apresentação de Mehmari desde o início de 2020

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.