Projeto de Janaína Paschoal para agilizar adoção de crianças sofre resistência na Assembleia de SP

Sonia Racy

20 de abril de 2021 | 00h50

JANAÍNA PASCHOAL

JANAÍNA PASCHOAL. FOTO: ANDRE DUSEK / ESTADÃO

Pautado para ser discutido hoje na Assembleia de SP, o PL de Janaína Paschoal – dando prioridade às famílias que participaram de programa de acolhimento de crianças em adotá-las – sofre resistência. A deputada recebeu ofício do desembargador Reinaldo Cintra Torres de Carvalho, coordenador da Infância e da Juventude do TJ-SP, ressaltando que o objetivo do acolhimento é servir de proteção temporária para as crianças até que suas famílias de origem estejam suficientemente estruturadas para as receberem de volta.

PSOL e PT também sinalizaram que são contra e que haveria mistura de programas.

Cabo de guerra 2

A deputada disse à coluna ontem que se recusa a retirar o projeto por acreditar que “acelera a adoção de bebês e de crianças mais velhas”.

O projeto trata também de liberação de visitas aos abrigos por famílias habilitadas, de realizar busca ativa de crianças para incluir na fila de adoção – pontos que Janaína considera cruciais. “Hoje, temos no Brasil cerca de 5 mil crianças na fila e 30 mil em abrigos. Por que não incluir essas que estão fora da fila por questões, muitas vezes, burocráticas?”.

Parado

Apesar do anúncio de Roberto Jefferson de que Daniel Silveira – que foi preso por ofender o STF nas redes – estaria de malas prontas para o PTB, o PSL afirmou à coluna que ele continua na legenda.

Seu pedido de expulsão adormece nas gavetas do PSL junto com os demais processos de deputados dissidentes.

Quem dá mais?

O leilão do antigo prédio da Editora Abril, na marginal Tietê, já tem data certa para acontecer: dia 21 de maio. Em formato online e lance inicial de R$ 110.553.000, a disputa aceitará pré-ofertas desde o dia 18, pela plataforma da Biasi Leilões.

Ondas

Grandes empresas de tecnologia e de infraestrutura de telecomunicações se organizam pela uniformização da legislação e retirada de barreiras à instalação de antenas pelos municípios brasileiros.

O movimento Antene-se levanta a bandeira do 5G e da ampliação da internet de qualidade.

Eco food

O restaurante A Baineira, dentro do Masp, passa a contar com delivery, a partir do dia 23. Comandado pela chef Manuele Ferraz, o esquema terá embalagens biodegradáveis.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.