Profissional

Sonia Racy

15 de abril de 2010 | 08h00

Na briga pela presidência da Previ – o mandato de Sergio Rosa acaba em maio – destaca-se um nome técnico do próprio fundo que poderia agradar a gregos, troianos e jamaicanos: o de Fábio Moser.