Professor defende ‘acabar com a balbúrdia digital’ no Planalto

Sonia Racy

07 de maio de 2019 | 01h00

OLAVO DE CARVALHO. FOTO: REPRODUÇÃO

OLAVO DE CARVALHO. FOTO: REPRODUÇÃO

Balbúrdia digital

O mais novo capítulo da briga dos generais com Olavo de Carvalho – chamado ontem de “Trótsky de direita” pelo ex-comandante do Exército, Eduardo Villas Boas – mostra que “algo tem de ser feito, e logo, nesse embate entre procuradores digitais do presidente e seus adversários”. A avaliação é do professor Silvio Meira, um dos papas da informática e das redes no País.

Mas ele não imagina regras para “aprimorar a legislação das redes sociais”, como sugeriu no Estado o secretário de Governo, general Santos Cruz. “Não vejo o que possa mudar nas regras do setor, ou no Marco da Internet”.

Balbúrdia 2

O que se precisa, diz o professor, é “acabar com a balbúrdia digital infantojuvenil” que ocorre “em detrimento da cidadania”. A solução? Apenas que o governo “adote como estratégia uma atitude… de governo”.

Vai entender

Alheia ao burburinho surgido em torno da premiação do Person of the Year, a Forbes Brasil Party, que acontece em NY – no mesmo dia da premiação, após o jantar da BrazilCham – enfrenta fila de espera para convites.

Palavras

Marco Vinholi, novo presidente do PSDB paulista, escreveu seu discurso de vitória, anteontem, pouco antes de subir ao palco da convenção. O texto foi escrito em torno das 11h – e os discursos começaram por volta de meio dia.

Depois da fala, Vinholi contou à coluna: usou “apenas as linhas gerais” do planejado…

Paulista cultural

A Virada Cultural vai pela primeira vez à Paulista. Bruno Covas e Alê Youssef, secretário de Cultura, vão anunciar a novidade amanhã – o evento acontece dias 18 e 19. A avenida fecha para carros e as instituições culturais da região – Masp, Sesc, Fiesp, Masp, Casa das Rosas e IMS – estarão em plena atividade.

Barrados no baile

O Santander abriu 27 agências, sábado, com objetivo de dar palestras e dicas de orientação financeira a clientes e não clientes. Para tanto, foram mobilizados mais de 1,9 mil funcionários.

O movimento teria sido maior não fossem os sindicatos. Em pelo menos duas cidades, Salvador e Porto Alegre, eles decidiram barrar os voluntários.

Made in Brazil

Kleber Mendonça Filho, com seu longa Bacurau, não será o único brasileiro a concorrer à Palma de Ouro em Cannes este ano.

O carioca Maurício Zacharias também está no páreo. Radicado em NY há 25 anos, ele assina, junto com o diretor Ira Sachs, o roteiro do filme americano Frankie, que tem a francesa Isabelle Huppert como protagonista e está na competição oficial do festival.

Made for Africa

A série Game of Thrones, sucesso mundial, tem mobilizado as redes sociais pra valer, com sua última temporada.

Surfando nesta onda, o canal de televisão brasileiro Boom TV está transmitindo o seriado em versão dublada para os países africanos Angola e Moçambique.

Leia mais notas da coluna:
+ Justiça suspende leilão da Avianca, que estava programado para esta terça
+ Mônica Martelli defende ajuda à cultura e critica quem acha arte ‘uma coisa menor’

Tendências: