Procurador quer que Câmara deixe o Supremo julgar Temer

Procurador quer que Câmara deixe o Supremo julgar Temer

Sonia Racy

03 de julho de 2017 | 17h09

CARLOS FERNANDO DOS SANTOS LIMA. RODOLFO BUHRER/ESTADÃO

Nos últimos dois dias, Carlos Fernando dos Santos Lima, da Lava Jato de Curitiba, publicou nada menos que sete posts com a hashtag #deixeosupremojulgar. É parte de sua campanha nas redes para que a Câmara deixe a acusação contra Temer chegar ao STF.

Nesta segunda-feira, sugeriu que os deputados que barrarem a acusação sejam castigados nas urnas. “2018 está aí”, escreveu.

No domingo, foi mais incisivo: “Pior que todos aqueles abertamente contra as investigações, são aqueles que usam o nome de Sergio Moro, ou da força-tarefa Lava Jato para colocar mensagens de apoio a Temer.”