Procurador nega que houve erro ao não periciar áudio da JBS

Procurador nega que houve erro ao não periciar áudio da JBS

Sonia Racy

19 de setembro de 2017 | 16h45

JOSÉ ROBALINHO CAVALCANTI

JOSÉ ROBALINHO CAVALCANTI. FOTO: LEONARDO PRADO/CÂMARA DOS DEPUTADOS

José Robalinho Cavalcanti, da Associação Nacional dos Procuradores, contestou a afirmação — divulgada pela coluna — de que a PGR cometeu erro ao não periciar áudios da JBS imediatamente. “Não se faz diligência alguma sem formalização da investigação”, afirmou em resposta a Carlos Eduardo Sobral, da Associação Nacional de Delegados da Polícia Federal.

“Os delegados parecem dispostos a aproveitar um momento em que há críticas públicas contra o MP para conseguir apoio corporativo para a pauta deles”, acrescentou Robalinho.

O procurador informou já ter atuado ao lado do delegado e diz que o tem em alta conta.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências: