Procon-SP cobra transparência de hospitais de operadoras de saúde

Sonia Racy

23 de outubro de 2021 | 06h05

Pacientes são atendidos em hospital. Foto: Werther Santana/Estadão

Pacientes são atendidos em hospital. Foto: Werther Santana/Estadão

O Procon-SP enviou ofício na quarta-feira ao diretor Paulo Rebello, da Agência Nacional de Saúde Suplementar, cobrando medida para forçar as operadoras a publicarem em seu site: despesas hospitalares, custos de reembolso de profissionais e cálculo atuarial no período anterior ao reajuste da mensalidade.

Haja coração…

Trata-se de “um capítulo avançado de uma série de ações para fiscalizar, inclusive, hospitais que são de propriedade dos planos de saúde”, explica Fernando Capez.

… nos hospitais

O diretor do órgão do consumidor sustenta que assim será possível checar quanto o plano gastou e se o aumento foi proporcional. “O intuito é minimizar a saída de pessoas do seguro privado para o SUS, o que vem sobrecarregando o sistema”.

Capez pediu ainda à ANS que exija, nos boletos, a discriminação de custos como taxas de administração e corretagem do plano, mais o preço do seguro à parte.

Samba bão

Com inscrições abertas há poucos dias, a Prefeitura já conta com 119 blocos inscritos para o carnaval de rua de SP – aguardadíssimo pelos foliões.

Há ainda cerca de 200 que começaram a inscrição sem conclusão – o limite é dia 15. Em 2020, foram cerca de 796 blocos.

Relax

O Lapinha SPA, no Paraná, venceu o World Spa & Wellness Awards na categoria Melhor Spa Sustentável do ano.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.