Prioridades

Sonia Racy

10 de dezembro de 2010 | 23h02

Se Dilma definiu, em primeiro lugar, quem seria sua equipe econômica, Geraldo Alckmin está deixando a questão para o último minuto do segundo tempo. Aliado do governador explica que Alckmin busca compor com cautela um grupo uníssono, entendendo que ele deva trabalhar de maneira entrosada. E que por isso estaria demorando a escolher.

Não se sabe de nomes para a secretaria de Planejamento. E há dúvidas se Mauro Ricardo Costa, atual secretário da Fazenda, permanecerá no cargo. Rumores, durante esta semana, davam conta de que o mineiro Costa teria acertado com Antônio Anastasia migrar para o governo de Minas.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências: