Primeiro mundo

Redação

19 de setembro de 2008 | 07h38

Circulando por São Paulo representantes de quatro gigantes da arquitetura mundial. O que vieram fazer? Ajudar José Serra a montar o projeto executivo do Teatro de Dança, que ele quer construir bem em frente da Sala São Paulo. E que poderá ser usado, também, para óperas.

Os arquitetos – que trabalham com o holandês Rem Koolhaas, o argentino Cesar Pelli, o inglês Norman Foster e a dupla suíça Herzog e de Meuron, que projetou o Ninho de Passáro, em Pequim – estiveram esta semana com João Sayad, conhecendo detalhes do projeto.
Previsão de término da obra? Começo de 2011.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.