Primeiro contrato não se esquece

Sonia Racy

13 de dezembro de 2010 | 23h07

Alckmin acaba de acertar financiamento internacional de US$ 600 milhões antes mesmo da sua posse em janeiro. Na sexta-feira, o governador eleito selou acordo com técnicos da Japan International Cooperation Agency (Jica) de dois contratos mediante contrapartida do Estado.

O primeiro se refere à saúde das praias paulistas e será viabilizado por meio da Sabesp. Valor? R$ 200 milhões. O segundo, de R$ 400 milhões, tem como destino o combate à perda de água no sistema de saneamento básico. “O padrão internacional é de 13%. São Paulo, que apresenta média melhor que outros estados do País, ainda perde 26% do fluxo”, lamenta Alckmin.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências: