Preto e branco

Sonia Racy

19 de maio de 2012 | 01h08

A Prefeitura se mobiliza para adotar o código de identificação de cores para daltônicos – que, no Brasil, são algo perto de oito milhões.

Criado pelo designer português Miguel Neiva, professor visitante da ESPM, o sistema deve ser implantado nas áreas de transportes, saúde e educação. E o COB estuda usá-lo nas Olimpíadas de 2016.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.