O xadrez tucano em SP envolve o futuro de Henrique Meirelles

O xadrez tucano em SP envolve o futuro de Henrique Meirelles

Direto da Fonte

07 de abril de 2022 | 04h50

Henrique Meirelles. Foto: Tiago Queiroz/Estadão

O governador Rodrigo Garcia, pré-candidato à reeleição, tem um problema a resolver: como acomodar Henrique Meirelles, que renunciou à Secretaria da Fazenda estadual, abriu mão de candidatura ao Senado por Goiás e está disponível no União Brasil.

Xadrez tucano

É forte a pressão para que o escolhido de Garcia seja o agora ex-tucano Edson Aparecido, que se filiou ao MDB do prefeito Ricardo Nunes.

Submerso

Depois da filiação de Rodrigo Maia no último dia 1, Doria saiu de cena. Agora voltará a aparecer, na segunda que vem, jogando em casa. Vai ser protagonista do almoço do Lide em um hotel de São Paulo.

Cores na Gabriel

Beth Wey, do Comitê Brasileiro de Cores, faz hoje visita guiada de sócios do Paulistano pela exposição Colorindo a Gabriel, na Gabriel Monteiro da Silva. Vão ver vitrines e ambientes inovadores de 40 marcas espalhadas pelos quarteirões da alameda, criados por mais de 250 alunos da Belas Artes e do Mackenzie. A curadoria do projeto é da professora Sylvia Demestresco.

Revelações

Personagem da série Bridgerton, da Netflix, a rainha Charlotte Sophia, esposa do rei inglês George III, é o tema do romance Charlotte Sophia: Myth, Madness and the Moor, da autora Tina Andrew.

O livro abrange 50 anos da vida da rainha, o casamento arranjado e seu relacionamento com o amante. Sai aqui em agosto pela HarperCollins.

TERRA DO TIO SAM

A Brazil Conference promove um conjunto de painéis em Boston, nos Estado Unidos, para discutir a reversão da pobreza, a tecnologia e as políticas públicas em ano eleitoral. Entre os nomes já confirmados estão Gilson Rodrigues, presidente da G10 Favela, o padre Julio Lancelotti, Luciano Huck e Renan Ferreirinha, secretário de Educação do Rio de Janeiro.

FAROESTE

Moacir Assunção lança nesta quinta-feira,em nova edição, seu livro “Os Homens que Mataram o Facínora”, com capítulo inédito: “O Cangaço nos Dias de Hoje”. No Bar do Beco, na Vila Madalena.

Passados mais de 80 anos da morte de Lampião, ele chama de ‘Novo Cangaço” os bandos que hoje invadem cidades pequenas para  saquear bancos e postos  dos Correios.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.