Presidente do PSB ataca reformas e defende origens do partido

Sonia Racy

12 Fevereiro 2019 | 00h30

CARLOS SIQUEIRA. FOTO: ARQUIVO/PSB

Carlos Siqueira, presidente do PSB, pôs o dedo na divisão do partido, em análise que fez no sábado,  em reunião de sua direção, sobre dificuldades internas enfrentadas em 2016 e 2017 – quando a legenda desfiliou 13 parlamentares, por apoiarem as reformas trabalhista e previdenciária de Temer.
No discurso feito aos filiados, ele argumentou que o PSB “pode perder tudo, menos rasgar sua história”.