Premissa dos tempos

Redação

25 de junho de 2009 | 09h14

Paulo Bernardo tem discurso pronto para a reunião de Santiago do Chile, em julho, na qual o BID deve aprovar novo aporte de US$ 150 bilhões.

Vai defender o que o governo brasileiro chama de “flexibilização dos critérios de alavancagem”. Em suma, uma saída para que os governos possam gastar mais.

Veja também:
mais imagensGaleria Milan recebe exposição de Paulo Climachauska

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências: