Prefeitura repassa Ibirapuera e mais cinco parques no dia 20

Sonia Racy

03 de dezembro de 2019 | 00h25

VISTA DO IBIRAPUERA
VISTA DO IBIRAPUERA. FOTO GABRIELA BILÓ/ESTADÃO

Martelo batido no início da noite de ontem. A Construcap, que venceu as concessões, paga dia 16, à Prefeitura, R$ 70,5 milhões – e assina no dia 20 o contrato para assumir o Ibirapuera e outros cinco parques paulistanos.

Por esse primeiro lote de parques o ágio foi superior a 3.000%. E o total de benefícios para a cidade bate em… R$ 1,7 bilhão. O pacote completo inclui ainda os parques Jacintho Alberto,  Eucaliptos, Tenente Brigadeiro Faria Lima, Lajeado e Jardim Felicidade.

Recursos serão
redistribuídos

Esses recursos vão para o Fundo Municipal de Desestatização, que, por norma, os destinará, entre outras, a áreas como saúde, educação, segurança, habitação, transporte e mobilidade urbana.

Para ex-embaixador, taxação
americana ‘é ilegal…

Embaixador nos EUA por cinco anos durante o governo FHC, Rubens Barbosa vai direto ao ponto ao analisar o atual imbróglio Trump-Bolsonaro: a taxação do aço e do alumínio brasileiros, pelos EUA, “é ilegal e discriminatória, pois parte de premissas equivocadas”. Pois o Brasil não tem uma política de desvalorização cambial, como alega a Casa Branca. “O câmbio se desvaloriza por várias outras razões”.

…e o Brasil deve 
‘atuar com muita força’

O embaixador vai além. O governo brasileiro, disse à coluna, “tem de atuar com muita força junto ao americano para defender os interesses do País, acima de ideologias”. O que bate com discurso feito ontem, na Fiesp, pelo vice-presidente Hamilton Mourão.

Barbosa detalhou: nem a indústria nem o agronegócio americanos estão perdendo por políticas brasileiras. “Ao contrário, quem perde é o Brasil, cuja carne está sendo vetada por lá, e também o suco de laranja. E Brasília aceitou colocar no mercado interno 750 mil toneladas de trigo dos EUA e de outras áreas.”

Lulu Santos ironiza novo
presidente da Funarte 

Lulu Santos ironizou o novo presidente da Funarte, Dante Mantovani, para quem “o rock ativa as drogas, o aborto e o satanismo”. Pelo Twitter, o cantor provocou: “Por isso mesmo prefiro o funk”.

Além de youtuber, o novo indicado de Bolsonaro é seguidor de Olavo de Carvalho. E com sua declaração – que ficou nos trends topics do Twitter ontem–, conseguiu colocar no mesmo lado Renan Calheiros e Marcelo Freixo.

ABL elege presidente
na quinta-feira 

Está marcada para esta quinta a eleição que deverá reconduzir Marco Lucchesi à presidência da Academia Brasileira de Letras. Com Merval Pereira de secretário -geral.

Caetano recusa convite
para cantar na China 

Caetano Veloso declinou, respeitosamente, do convite que recebeu do embaixador Yang Wanming para se apresentar às plateias chinesas. Motivo alegado? A “enorme distância” entre os dois países.

O cantor esteve com Yang no jantar que o advogado Walfrido Warde ofereceu para o chinês, semana passada em SP.

MAM define missão
do próximo curador 

O MAM aprovou novo modelo para escolha do próximo curador. O documento que vai orientar a seleção detalha o perfil e o foco desejados para a nova função.

O museu pretende anunciar o novo ocupante do cargo ainda no primeiro trimestre de 2020.

Memórias
da imprensa 

A imprensa está “chegando” às livrarias em duas iniciativas simultâneas da Terceiro Nome. Nesta quinta, a editora lança a biografia Cásper Libero, Jornalista Que Fez Escola, de Dacio Nitrini, na Livraria da Vila do shopping Higienópolis.

E já está pronta, para ser lançada ainda este ano, a reedição de Irredutivelmente Liberal – Política e Cultura na Trajetória de Julio de Mesquita Filho, que o diplomata Roberto Salone havia publicado em 2009.

 

 

Tendências: