Prefeito de SP reage a Bolsonaro e pede para população ficar em casa

Prefeito de SP reage a Bolsonaro e pede para população ficar em casa

Cecília Ramos

24 de março de 2020 | 21h42

 

Em vídeo divulgado logo após o pronunciamento do presidente Bolsonaro, o prefeito de São Paulo, Bruno Covas (PSDB), faz um apelo à população e usa a hashtag #fiqueemcasa para reforçar pedido de isolamento social na cidade de São Paulo.

Gravação do prefeito tem quase quatro minutos e começou a circular no WhatsApp imediatamente após a fala em cadeia nacional do presidente. O tucano, que é candidato à reeleição,  diz para a população ficar em casa “para o bem de todos”. E afirma que o momento é de “união”. “Estamos enfrentando o covid-19 com muita seriedade e transparência. A doença é séria e causa mortes. Por isso, sacrifícios são necessários”.

Covas testou negativo para o coronavírus hoje.

O prefeito decretou calamidade pública como forma de reduzir em pelo menos 60% a circulação de pessoas. “Se fizermos nossa parte, ficando em casa o máximo que pudermos, diminuiremos o contágio. Cada um de nós tem uma responsabilidade imensa”.

O governador João Doria (PSDB) falará sobre pronunciamento de Bolsonaro na entrevista coletiva desta quarta-feira (25), no Palácio dos Bandeirantes. Em aviso de pauta comunicado pela assessoria, Doria também informou que falará amanhã sobre a videoconferência dos governadores do Sudeste com o presidente da República realizada nesta terça-feira (24).

Em mais uma agenda conjunta, Doria e Covas estarão juntos às 15h nesta quarta-feira visitando o hospital de campanha que está sendo montado no Anhembi.

Tudo o que sabemos sobre:

Bruno Covascoronavírusbolsonarodoria

Tendências: