Preconceito

Sonia Racy

22 de dezembro de 2011 | 23h04

João Jorge Amado organiza moção de repúdio à deputada Luiza Maia, da Bahia. “Se vacilar, ela vai querer proibir os livros do meu pai, Jorge Amado, os versos de Gregório de Matos e as pinturas de Carybé”.

A deputada petista quer proibir Luiz Caldas, criador do festival Axé Music, de cantar Fricote, a famosa música “nega do cabelo duro”. Acha que a canção abala a autoestima da mulher negra.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.