Precisa-se

Sonia Racy

12 de janeiro de 2011 | 23h03

Não é só a construção civil que se ressente de mão de obra. O Arabia tenta instituir, sem sucesso e já há algum tempo, terceiro turno em sua fábrica. O restaurante tem grande demanda para empresas, hospitais, academias e hotéis.

Sergio Kuczynski, proprietário, informa que há grande lista de espera e não está podendo atender.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.