Pouso forçado

Sonia Racy

29 de novembro de 2013 | 01h08

Sem alarde, Dilma publicou, anteontem, lei que transforma a natureza jurídica das aeronaves operadas por autarquias, empresas públicas e sociedades de economia mista – como Petrobrás e BB.

Antes consideradas privadas, passarão a ser públicas. Isto é, terão de dar satisfação à sociedade sobre passageiros, motivo da utilização e trajeto.

Pouso 2

Há quem atribua a decisão da presidente ao episódio protagonizado por Ideli Salvatti em janeiro – a ministra das Relações Institucionais usou o único helicóptero da Polícia Rodoviária Federal em Santa Catarina conveniado ao Samu para visitar suas bases eleitorais no estado.

Durante os três dias em que a aeronave esteve a serviço de Ideli, houve 52 acidentes nas estradas catarinenses – com 73 feridos e 2 mortos.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências: