Pós-diluviano

Sonia Racy

13 Janeiro 2015 | 01h10

Em meio a chuvas e quedas de árvores em SP, está na mesa de Fernando Haddad estudo sobre o aterramento de fios elétricos na cidade.

O prefeito, segundo consta, quer pôr em prática, ainda este semestre, uma forma de fazer valer lei de 2005 que obriga a Eletropaulo a enterrar, anualmente, 250 quilômetros de sua rede.

Pós-diluviano 2

Maior problema? A operação custa, em média, R$ 6 milhões por quilômetro.