Por preços abusivos, Procon SP notificou 84% dos estabelecimentos visitados na Operação Covid-19 

Por preços abusivos, Procon SP notificou 84% dos estabelecimentos visitados na Operação Covid-19 

Sonia Racy

17 de abril de 2020 | 12h27

FERNANDO CAPEZ, DO PROCON SP E SECRETÁRIO DE DEFESA DO CONSUMIDOR – FOTO: PROCON SP

O Procon SP encontrou preços abusivos em 1.495 estabelecimentos em 127 cidades do Estado. Vai começar a multar na semana que vem.

Os fiscais encontraram valores injustificados – neste momento de pandemia do coronavírus – para álcool gel, máscaras, alimentos e gás de cozinha.

“Quem estiver tendo lucro excessivo e injustificado vai ser multado. Não se pode valer desta situação de crise para aumentar ou pensar em lucro”, garante Fernando Capez, diretor do Procon SP e secretário extraordinário de Defesa do Consumidor.

A fiscalização foi de 16 de março a 16 deste mês.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.