Pop, rock, balada

Pop, rock, balada

Sonia Racy

30 de agosto de 2015 | 01h15

Foto: Priscila Prade

Beto Wrigth fez o caminho inverso de grande parte dos músicos. Em lugar de começar uma banda, ensaiando ao vivo, passou uma temporada de cinco anos no Canadá, formou-se em psicologia e agora – depois de anos de pesquisa musical e composição – lança seu primeiro CD, Nem Tudo é Normal, gravado em NY, que estará disponível hoje, no site Rotação Inversa. Com estilo que mescla pop-rock e balada, o músico acredita que a identidade está nas faixas: “Hoje lançamos um álbum pensando nas faixas separadamente. Perceber essas nuances foi essencial na hora de criar o repertório”, diz.

Tendências: