Ponto de vista

Sonia Racy

17 de março de 2011 | 23h10

O crescimento de 18,15% no total de reclamações do Procon-SP em 2010 foi causado especialmente pelas empresas e fabricantes de bens de consumo.

Chamam atenção as queixas registradas contra a Samsung e a LG. A primeira, que ocupava a 20ª posição em 2009, subiu para o 4º lugar. E a LG pulou negativamente 22 posições.

Além disso, empresas como Electrolux e Sony Brasil estrearam no ranking.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.