Ponto de chapa

Sonia Racy

09 de fevereiro de 2012 | 23h08

Alckmin pediu carona para ir a encontro do DEM, segunda, no Hotel Renaissance.

Como era evento partidário, o tucano não quis usar aparato governamental. E foi com seu assessor especial, Frederico D’Ávila, até os Jardins.

Em um carro coberto de… barro. É que D’Ávila acabara de voltar de sua fazenda.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências: