Pontes e muros

Sonia Racy

19 Agosto 2015 | 02h31

Em palestra no Instituto FHC, anteontem, o ministro Luis Roberto Barroso começou definindo o anfitrião como “um homem que constrói pontes, e não muros”. E em seguida deu recado a quantos pretendam, na Justiça, ceder à tentação do populismo.

“Não é errado nem ruim que juízes, antes de decidirem (…) levem em conta a realidade e o sentimento social”, afirmou. Mas “o populismo judicial é tão ruim quanto qualquer outro.”