Ponta do mouse

Sonia Racy

18 de janeiro de 2014 | 01h07

Paulo Bernardo iniciará, semana que vem, novo avanço sobre líderes no Congresso, para que o Marco Civil da Internet seja votado assim que a casa volte do recesso, no começo de fevereiro.

O ministro das Comunicações está preocupado com recente decisão da Justiça dos EUA, que aceitou ação da operadora Verizon e derrubou a neutralidade de rede – item do texto considerado fundamental por Dilma.

A neutralidade de rede impede que operadoras priorizem seus serviços em detrimento de sites concorrentes, por exemplo. Ou ofereçam pacotes com restrições.

Mouse 2

Bernardo já tem pelo menos um aliado para a empreitada: Henrique Eduardo Alves.

O presidente da Câmara vem conversando com os partidos da base e está confiante de que o marco civil seja votado no mês que vem.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.