Poder digital

Sonia Racy

04 Agosto 2016 | 00h57

 A criação de um núcleo de inteligência de governança ganhou a simpatia da equipe do presidente Temer. O órgão seria vinculado à Presidência e encarregado de implantar a digitalização de documentos da gestão pública. “Cortaria 30% dos custos com burocracia”, contou ontem, em conversa fechada para 30 convidados do escritório Giamundo Neto, Jorge Gerdau.
 
Poder digital 2 
No encontro, para discutir expectativas, o criador do Movimento Brasil Competitivo lembrou, mais uma vez, que sem modernização o Estado morrerá. “Precisamos de um governo moderno e competente. E estou otimista com o diálogo que o governo Temer está promovendo com a sociedade. Entretanto, o tema é técnico e precisa de cabeças preparadas para absorver a tecnologia”, destacou o empresário, revelando o caso de um secretário executivo da União que lhe disse ter horror ao tema.
 
Poder 3 
No evento, Gerdau – que almoçou recentemente, em Brasília, com Temer e Eliseu Padilha –, elogiou o presidente: “Se o líder ouve, todo mundo ouve. Quando o presidente não ouve, ninguém ouve”.