Plateia do teatro oficina pede para Alexandre Yousseff “não ser engolido pela máquina”

Sonia Racy

26 de janeiro de 2019 | 00h45

ALE YOUSSEF. FOTO: DENISE ANDRADE/ESTADÃO

ALE YOUSSEF. FOTO: DENISE ANDRADE/ESTADÃO

A apresentação de Roda Viva, no fim de semana, no Teatro Oficina, incluiu recado a Alê Youssef na plateia. Um “jogral” se formou, sob o comando de Zé Celso, e entoou ao novo secretário de Cultura: “Não deixe seu lado humano ser engolido pela máquina”.

Os dois trocaram um selinho e Zé Celso fez menção à briga com Silvio Santos sobre a construção de duas torres no terreno ao lado do teatro.

Tendências: