Planalto quer usar clima cívico para estimular consumo

Planalto quer usar clima cívico para estimular consumo

Sonia Racy

31 de agosto de 2019 | 00h55

.

PALÁCIO DO PLANALTO. FOTO EBC

Clima de Copa  

Em busca de uma agenda positiva ante a crise das queimadas da Amazônia, o Planalto põe na TV, a partir de amanhã, uma grande campanha inspirada no clima cívico do Sete de Setembro. A ideia é estimular o consumo no varejo com uma “black friday” verde amarela.

Aderiram à causa empresas como Havan, McDonald’s e Subway, que vão embalar seus produtos no tom verde-amarelo. Vai ter até sanduíche especial para a data.

Clima de Copa 2  

O mote será “Semana do Brasil – Vamos Valorizar o que é Nosso” e a estratégia foi construída em conjunto com o setor varejista. Os filmes terão dois formatos: comerciais de 30 segundos e teasers de 15.

Um deles mostra que todos os meses do ano, menos setembro, incluem datas para aquecer as vendas.

Bateu na trave 

Guido Mantega entregou há dias todos os seus passaportes em Curitiba, inclusive os vencidos. A Lava Jato se animou com a informação de que, quando ministro, ele havia ido várias vezes à Suíça.

Durou pouco a alegria. Tratava-se de viagens oficiais, para participar do Fórum Econômico Mundial, em Davos.

Na torcida  

Roberto Freire tem falado muito com os deputados do PSB e do PDT que podem ser expulsos por terem votado a favor da Reforma da Previdência. O namoro do presidente do Cidadania com Tabata Amaral está ficando cada dia mais forte.

Quem mudar leva consigo para a nova sigla mais de R$ 3 milhões do Fundo Eleitoral.

Tucaneando 

Marcus Pestana, do PSDB, acabou declinando da vaga na Câmara, que lhe cabia com a ída de Bilac Pinto para o governo mineiro.

Pela ordem, o lugar fica para Fabiano Tolentino, do Cidadania – e assim a bancada do PSDB na Casa continua com seus 31 deputados.

Alô, Israel  

Partem hoje de SP, rumo a Israel, 26 CEOs e presidentes de empresas reunidos pela AmCham para encontros e até para tomar aulas de inovação na Telavive University.

O forte da viagem, para muitos deles, são contatos envolvendo carros autônomos.

Leia mais notas da coluna:
+Ruralistas pedem a Maia paternidade de projetos ambientais
+Secretário da Cultura ‘condena censura’ da Funarte e dá apoio a grupo teatral em SP

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências: