Pirou de vez

admin

28 de janeiro de 2009 | 06h00

Entre os vários motivos da demissão de John Thain, arquiteto da venda da Merrill Lynch para o Bank of America, há um inusitado.

Ele gastou nada menos que US$ 1,2 milhão redecorando seu escritório de Nova York.

Leia outras notas no blog da coluna Direto da Fonte

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.