Pindaíba

Sonia Racy

24 de junho de 2012 | 01h05

Há mais de um mês e meio, proprietários de cavalos não enxergam a cor do dinheiro dos prêmios do Jockey Club paulistano. E não que sejam altos.

O vencedor de um páreo comum leva algo como R$ 5 mil – duas vezes e meia o custo do criador para manter seu cavalo nas baias do clube.

Procurado, Eduardo da Rocha Azevedo, presidente do Jockey, não se pronunciou.

Pindaíba 2

Tem gente dizendo que a penúria seria proposital. Uma maneira de justificar, no futuro, venda de ativos do clube.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.