PIB privado

Sonia Racy

03 de maio de 2012 | 01h10

Acontece hoje, em Buenos Aires, mais um encontro reservadíssimo das famílias que lideram os principais grupos econômicos da América Latina. Criado há dez anos, o evento promove entrosamento e troca de experiências.

Além do seminário fechado, em um hotel portenho, com direito a debates dos quais participaram o mexicano Carlos Slim e seu sobrinho Carlos Slim Domit, o colombiano Alejandro Santo Domingo, o venezuelano Gustavo Cisneiros e José Ermírio de Moraes Neto, deve acontecer o óbvio. Conversas sobre as nacionalizações promovidas por Cristina Kirchner e, mais recentemente, Evo Morales.

Desnecessário dizer que em tom de reprovação. Elas atrapalham o futuro da região.

Privado 2

Do Brasil, além de Ermírio, estarão presentes André Esteves, Daniel e David Feffer, Guilherme Frering, Joseph Safra, Ricardo e Benjamin Steinbruch, Jorge Gerdau, Marcelo Odebrecht, Ricardo Brennand e Ricardo Villela Marino, entre outros.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.