Piada atribui ao Centrão a culpa por registro errado

Sonia Racy

24 de agosto de 2018 | 00h45

Depois de descobrirem que não foi Temer que montou estratégia da impugnação da candidatura de Alckmin, as línguas criativas do mundo político resolveram descartar o mais provável “culpado” na movimentação no TSE: o candidato Henrique Meirelles. Passaram a desconfiar do Centrão usando a lógica de que, querendo se distanciar do tucano, o Centrão armou tudo para poder ir embora da coligação sem desgaste político.

Leia mais notas da coluna:

PT perde primeiro pedido de resposta contra Alckmin

Dumping em aluguéis leva insatisfação à Faria Lima

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências: