Petrobras deve construir 15 novas plataformas de petróleo no Brasil nos próximos quatro anos

Sonia Racy

25 de novembro de 2021 | 03h30

SEDE DA PETROBRÁS

SEDE DA PETROBRÁS. FOTO: SERGIO MORAES/REUTERS

A Petrobras  anunciou ontem – depois do fechamento do pregão – o seu Plano Estratégico para o período de 2022-2026. E dentre as inúmeras informações divulgadas, uma bastante relevante passou quase…despercebida.

A estatal petrolífera foca na construção de nada menos que 15 novas plataformas marítimas de petróleo no Brasil nesses quatro anos. Isto significa, segundo dados da consultoria IHS, algo como… metade das 37 unidades do mesmo tipo programadas por todas as empresas no mundo inteiro, neste mesmo período.

Também está ali refletida a importância do pré-sal. Os investimentos previstos entre 2022 e 2026 somam US$ 68 bilhões – 84% deste total alocado na exploração e produção de petróleo e gás natural E desses 84%, cerca de 67% vão para ativos do pré-sal – US$ 57 bilhões.

 Burn-in

Até ontem no fim do dia, o PSDB nacional não havia recebido resposta da Fundação de Apoio da UFRGS justificando o problema no aplicativo das prévias. A confusão deixou Bruno Araújo cabisbaixo. E empresas cotadas para refazer o serviço não estão lidando bem com o estresse extremo do partido.

A Fundação tem contrato com o partido até abril para fazer outros serviços de tecnologia.

 Novo do novo

A ida do deputado Alexis Fonteyne para o Podemos não surpreendeu a cúpula do Novo. Dirigentes comentam que Alexis sempre foi crítico às regras de economia do Novo, inclusive chegou a enfrentar a comissão de ética do partido pois queria usar o auxílio moradia, o que é vetado pela legenda.

Tudo o que sabemos sobre:

petrobrásPlano estratégicoPSDB

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.