Petrobrás batalha para não pagar salário integral a sindicalistas

Sonia Racy

08 de outubro de 2019 | 00h35

SEDE DA PETROBRÁS

SEDE DA PETROBRÁS. FOTO: SERGIO MORAES/REUTERS

 

No meio do tradicional embate bianual entre Petrobrás e sindicatos em torno do acordo coletivo de trabalho – que venceu no último dia 30 – a estatal conseguiu, entre outras coisas, desobrigar-se de custear os salários integrais de 74 dirigentes sindicais. São funcionários que estão liberados, há 20 anos, para dedicar 100% do tempo às atividades nos sindicatos de petroleiros.Não precisam bater ponto. O que significa, basicamente, que a empresa custeia os interesses dos sindicalistas.

 

Custo chega a R$ 20 milhões
por ano para 74 pessoas…

Pelo que se apurou, os contracheques mensais desses funcionários, somados, chegam a R$ 1,3 milhão – valor equivalente a um salário médio de R$ 17,6 mil por empregado. Por ano, o gasto chega perto de R$ 20 milhões, se incluída no pacote a participação a que eles faziam jus nos resultados da petroleira.

Na elite dos petroleiros com maiores salários que não trabalham na companhia, graças à liberação sindical, a remuneração média é de R$ 29,4 mil por mês.

…mas situação pode
mudar no dia 22 

Mas a decisão não é ainda definitiva. A categoria e a Petrobrás têm até o dia 22 de outubro para votar proposta alternativa apresentada às partes, após mediação, pelo Tribunal Superior do Trabalho.

 Associações do centro de SP
querem foco no cidadão

Moradores da área central de SP que se queixam de não serem ouvidos pela Prefeitura marcaram reunião conjunta de mais de dez associações de bairro da área central da cidade. Será nesta quinta e lá estarão delegados de áreas como Liberdade, Bela Vista, República, Bom Retiro, Pinheiros, Itaim, Pacaembu e Jardins, entre outras.

O foco do movimento, como disse à coluna um dos coordenadores, é brigar para que as ações “beneficiem de fato a população”. Para o grupo, “as políticas públicas não estão chegando na ponta”. Entre os temas a debater mencionam carnaval de rua e poluição sonora.

Autor de livro sobre Irmã Dulce
vai à canonização no domingo

César Souza, autor de Você é do Tamanho dos seus Sonhos, foi convidado para a canonização de Irmã Dulce, domingo, no Vaticano. O baiano se inspirou no exemplo dela para escrever o livro depois de ser voluntário em sua obra social nos anos 70.

Costanza Pascolato
no hall da fama

Os 80 anos chegaram trazendo sorte a Costanza Pascolato. Ela acaba de entrar no hall da fama do Business of Fashion como maior referência em estilo do Brasil. E seu livro A Elegância do Agora figura entre os dez mais vendidos do país.

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Tudo o que sabemos sobre:

BR [Petrobrás Distribuidora]TSTpetrobrás

Tendências: