Petistas protestam contra conselheiros que têm cargo no Executivo de SP

Petistas protestam contra conselheiros que têm cargo no Executivo de SP

Sonia Racy

23 de março de 2019 | 00h55

CÂMARA MUNICIPAL DE SP. FOTO: NILTON FUKUDA/ESTADÃO

CÂMARA MUNICIPAL DE SP. FOTO: NILTON FUKUDA/ESTADÃO

Petistas e aliados começaram, essa semana, uma gritaria na Câmara paulistana por causa da remuneração de conselheiros que têm cargo também no Executivo – paga pelas estatais municipais.

Esquecem que muitos fizeram o mesmo. Com um agravante: em algumas ocasiões, estavam impedidos de indicar integrantes da Prefeitura para conselhos entre 2009 e fevereiro de 2019, porque a legislação municipal impedia. Agora, ela acompanha a Lei 13.303/2016 decretada pelo Congresso.

Memória 2

Na gestão Haddad, Valdir Sant’Anna, adjunto do secretário Chico Macena, participou do conselho da SPTuris de fevereiro de 2015 a abril de 2017. Na de Marta Suplicy, em 2001, Rui Falcão foi legalmente do conselho da Prodam e Marcos Barreto da Emurb. Como são os indicados por Bruno Covas.

Foco certeiro

Não se encontrou ontem, pelo mercado financeiro, grande preocupação com o destino de Temer.

Estavam todos concentrados nas atitudes de Rodrigo Maia – que hoje, em última instância, é quem pode fazer andar no Congresso o projeto da reforma da Previdência.

Espera

O pedido de HC de Temer, que ficou para ser analisado por colegiado do TRF-2 na quarta-feira, poderia ter sido decidido monocraticamente, segundo fonte próxima ao ex-presidente. Ou seja, por um único juiz, como já aconteceu em casos de prisão preventiva.

Pelo que se apurou, muitos desembargadores, às vezes, não se sentem confortáveis tomando decisão sozinhos. Sentem-se mais seguros, como ocorre no caso Temer, quando há o respaldo dos colegas.

Desbancado

Por incrível que pareça, nas 24 horas depois da prisão de Michel Temer, o ex-presidente não era o assunto mais pesquisado no Google. Ele perdeu para… sua mulher, Marcela.

Líder dessa procura no País, ela teve alta de 1.000%. “Prisão de Temer”, “Marcelo Bretas”, “Moreira Franco” e “Rodrigo Maia” também despontaram.

Desbancado 2

Sobre o ex-presidente, a pergunta mais feita foi: “Por que Temer foi preso?” Já sobre a Marcela, a principal questão era… a sua idade.

Leia mais notas da coluna:
+ Acordo com Chicago traz obras de Magritte e Warhol ao Masp
+ Rapidez de Bretas surpreende mundo jurídico