Pessimista

Sonia Racy

13 de março de 2012 | 01h09

Em reunião, anteontem, para montar a agenda de Serra– presentes Goldman, Edson Aparecido e Floriano Pesaro, entre outros –, assessor avisou o ex-governador que o Palmeiras estava vencendo o Botafogo de Ribeirão Preto por 6 a 2 no Paulistão.

Não foi suficiente: “Como? Deixamos passar dois gols?”.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências: