Pesquisa com óleo de cannabis é interrompida por falta do medicamento

Pesquisa com óleo de cannabis é interrompida por falta do medicamento

Sonia Racy

18 de maio de 2021 | 00h40

Foto: Cesar Matos

Uma pesquisa sobre estresse de profissionais de saúde foi interrompida por falta de regulamentação da cannabis. O estudo, da Universidade Federal de Santa Catarina, usava óleos de cannabis da Abrace Esperança, ONG que teve sua produção suspensa pela Anvisa por 5 dias.

Sem o medicamento, não foi possível continuar os testes – sobre os benefícios do óleo – na saúde mental de 300 profissionais selecionados da linha de frente do combate à covid-19.

Verde 

Vale registrar que a depender de Bolsonaro pesquisas como essa estancam. O presidente disse ontem, publicamente, que pretende vetar o PL 399/2015, que regulamenta o cultivo de cannabis para fins medicinais. E ironizou: “Engraçado, maconha pode e cloroquina não?”

Cabo de força

Fernando Alfredo assegurou ontem à coluna que Alckmin não sai do PSDB.

O ex-governador, segundo o dirigente municipal do partido, teria garantido que isso não vai acontecer. “Ele falou sobre os velhos tempos, sua assinatura de adesão ao PSDB, que é a de número sete’, conta Alfredo.

Cabo 2

Nas prévias estaduais “doristas” preveem que o grande cabo eleitoral será… Bruno Covas. Lembram que o prefeito abonou a ficha de filiação de Rodrigo Garcia direto do hospital. Já o PSB aposta que Alckmin não se arriscaria em prévias.

Cinza, não 

O edifício de apoio do Parque Augusta virou motivo de polêmica entre movimentos – como o Coletivo Parque Augusta – e a Secretaria do Verde.

Embora previsto no projeto oficial do espaço, a ideia era que o prédio não tivesse grande impacto ambiental e na paisagem. “É um grande navio de concreto, um bloco gigante no meio do parque”, reclama Augusto Anéas, integrante do coletivo. O prédio abrigará a administração do parque e banheiros públicos.

 Cinza, não 2 

A alternativa proposta seria implantar tecnologias ecológicas no edifício, como um teto verde ou uma praça na laje.  O movimento já conversa sobre alterações com a Secretaria e com o laboratório da Politécnica da USP, especializado em soluções integradas à natureza.

 

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.