Pesquisa aponta que eleitor de São Paulo quer candidato com experiência na política para a Prefeitura

Sonia Racy

19 de junho de 2020 | 00h52

Acaba de sair do forno pesquisa do Ideia Big Data sobre a eleição para prefeito de SP. O que diz? Boa parte não deseja um “outsider”. O levantamento mostrou que 29% querem um nome “com experiência na política”, se contraponto a 14% que buscam “alguém novo e fora da política”.

Pode-se deduzir pelos cenários testados, que há quatro nomes competitivos. Celso Russomano, do PRB, Bruno Covas,  do PSDB, se revezam na dianteira e chegam a empatar tecnicamente com 19% e 18%, respectivamente. Depois vem Márcio França seguido de Marta Suplicy, nos quatro cenários quantitativos.

Sem Russomano na disputa, Covas aparece em primeiro (23%), seguido de França (13%) e Marta (11%). O ex-deputado, a exemplo da última eleição, desponta como candidato forte da direita.

Ao passo que Guilherme Boulos, do PSOL, ocupa o espaço do PT e desbanca Jilmar Tatto em todos os cenários. Chega a abrir uma diferença de 5 pontos à frente do petista.

Marta foi ‘testada’ como vice de Covas – configurando-se o melhor cenário eleitoral para ambos (20% contra 11% de França, o segundo colocado). Dado que pode animar as bases pois mostra que a chapa teria chances de ‘levar’ no primeiro turno. A campanha será curta, de 45 dias, e isso favoreceria a dupla.

A ex-prefeita também foi avaliada como vice de França e encabeçando a chapa com ele. Nos dois casos, porém, a chapa ficaria em terceiro lugar.

Pesquisa ouviu mil pessoas nesta quinzena do mês.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências: