“Perplexia”

Sonia Racy

22 de abril de 2010 | 08h07

Para ter direito ao benefício de duas horas a mais na prova do vestibular da FGV, alunos disléxicos têm que pagar R$ 2.115. É que a universidade só aceita laudo que comprove desatenção emitido em um único lugar de São Paulo: a Associação Brasileira de Dislexia.

Só fica isento quem conseguir atestar miséria.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências: