Pequena diferença

Sonia Racy

17 Janeiro 2015 | 01h01

Um tribunal britânico decidiu: a Sotheby’s de Londres não terá de pagar nenhuma indenização ao cidadão Lancelot Thwaytes por ter vendido um Caravaggio de sua propriedade por 42 mil libras, quando ele valia cerca de 10 milhões de libras.

Quando Os Trapaceiros foi leiloado, experts garantiram que se tratava apenas de cópia da obra do gênio italiano. Como se descobriu depois, não era.