Pente-fino

Sonia Racy

06 de agosto de 2014 | 01h06

Após dança das cadeiras, o Inmetro mandou fazer auditoria em contratos do Ipem com duas empresas de informática. Somados, chegam a R$ 10 milhões.

Para lembrar: Alexandre Modonezi, ligado a Celso Russomanno, deixou a presidência do Ipem (agora comandado por Paulo Lopes) e está à frente do Procon.

Fino 2

Consultada, a assessoria da Secretaria da Justiça informou que o procedimento é rotineiro e negou qualquer conotação política.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.