Pente fino

Sonia Racy

16 de maio de 2014 | 01h05

Carlos Lupi, presidente do PDT, está discutindo alternativas para tentar sanear as finanças do partido em São Paulo – que teve as contas rejeitadas pela Justiça Eleitoral nos últimos anos.

Segundo fonte da coluna, a dívida no Estado chega à casa dos R$ 2 milhões.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências: