Pênalti

Sonia Racy

14 de maio de 2015 | 01h03

O tributarista José Roberto Cortez protocola hoje, no Congresso, parecer contra a MP da dívida dos clubes, que considera inconstitucional.

Motivo? Times de futebol, diz ele, são “sociedades civis sem fins lucrativos” – e não podem ser submetidos à cobrança de impostos de empresas, como PIS e Cofins.