Pelo cano

Sonia Racy

08 de fevereiro de 2011 | 23h07

O TJ-SP escolhe hoje o responsável pelos serviços de saneamento dos municípios. Liminar obtida pelo governo Goldman impede que cidades definam políticas e planos de investimentos para a área. Prefeitos reclamam que São Paulo está na contramão da Lei do Saneamento e do próprio STF.

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.