Pela tangente

Sonia Racy

20 de agosto de 2015 | 01h14

Vereadores do PMDB saíram constrangidos, anteontem, de reunião com Haddad e Chalita, em que se debateu a continuação da aliança com o PT. É que o prefeito pediu que se posicionassem entre o secretário de Educação e Marta, no PMDB. Eles disseram que, “ao menos no momento”, estão com Chalita.

Que, se for vice na chapa do prefeito, agrega mais de 3 minutos ao seu tempo de TV. E se sair candidato… roubará — imaginam os petistas —  menos votos que Marta.

Haddad sinalizou que a aliança está de pé até o fim do ano.